PATERNIDADE ÀS AVESSAS

Daniela de Oliveira Guimarães, Lara Maria de Barros Soares

Resumo


O presente artigo visa discorrer sobre o direito de família com foco na desconstituição de paternidade, incluindo entendimentos e decisões dos Tribunais sobre o assunto junto aos doutrinadores, colocando a conceituação de termos de relevância para o tema como a paternidade sanguínea e a paternidade afetiva além de trazer uma perspectiva do menor envolvido nesse cenário.


Palavras-chave


Paternidade; Desconsideração; Tribunais

Texto completo:

PDF

Referências


CALDERON, Ricardo Lucas. O percurso construtivo do princípio da afetividade no Direito de Família Brasileiro contemporâneo: contexto e efeitos. Disponível em http://dspace.c3sl.ufpr.br/dspace/bitstream/handle/1884/26808/dissertacao%20FINAL%2018-11-2011%20pdf....

COSTA, Grace; Site Estadão. 2017; Pág. 3. Disponível em: https://emais.estadao.com.br/noticias/comportamento,indenizacao-por-abandono-afetivo-nao-diminui-traumas-mas-da-sensacao-de-justica,70001712965

GAGLIANO, Pablo Stolze. PAMPLONA, Rodolfo. Manual de Direito Civil. Volume único. São Paulo: Saraiva, 2018;

HORTA, Lúcia. A paternidade. 2001. Disponível em: https://www.pensador.com/poesia_sobre_paternidade/

Revista Consultor Jurídico. Julgados recentes dos Tribunais. 2015. Diponível em: https://www.conjur.com.br/2015-fev-24/stj-autoriza-desconstituicao-paternidade-anos-convivio

TARTUCE, Flávio; Site JusBrasil; O princípio da afetividade no direito de família. 2012. Pág. 3. Disponível em: https://flaviotartuce.jusbrasil.com.br/artigos/121822540/o-principio-da-afetividade-no-direito-de-familia


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Científica da Academia Brasileira de Direito Civil. Juiz de Fora, MG, Brasil, ISSNe 2318-602X

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia